Publicidade

07/11/2018

Campanha Novembro Azul - Mês do Check Up Masculino

A campanha do Outubro Rosa, que foca na prevenção ao câncer de mama, já é bastante conhecida, e muita gente se empenha em incentivar as mulheres a cuidarem da própria saúde. Mas... e a saúde masculina?

Para conscientizar também os homens sobre a importância de se cuidarem, surgiu o Novembro Azul, que tem como foco a importância da prevenção ao câncer de próstata. Além da cor azul, há quem se disponha a deixar o bigode crescer durante o mês de novembro (o que é conhecido em alguns países como “movember”, uma mistura das palavras inglesas moustache e november). A ideia é que o novo visual proporcionado pelo bigode pudesse simbolizar a mudança da forma como os homens “encaram” os cuidados com a própria saúde.

Assim como acontece no Outubro Rosa, durante todo o mês de Novembro existe um esforço de mídia para informar a população sobre as principais doenças que acometem a população masculina, destacando as formas de detectá-la antecipadamente e ajudando a tirar o estigma dos exames que ajudam nas rotinas de check-up médico.

No Brasil, o câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). A taxa de incidência da doença é 6 vezes maior nos países desenvolvidos se comparados com os países em desenvolvimento, e a previsão é de que em 2016 ocorram 61.200 novos casos (INCA).

Bons hábitos, por mais clichê que pareçam, são de importância crucial na prevenção de doenças, inclusive do câncer de próstata. “Quando falamos em prevenção é necessário destacarmos que algumas medidas preventivas são facilmente aplicáveis, como mudanças em hábitos de vida. É importante manter a prática de atividades físicas e uma alimentação rica em vegetais e pobre em gorduras”, destaca o oncologista Luciano Paladini, médico analista da Evidências – Kantar Health. “Com a detecção precoce do câncer da próstata, conseguimos taxas de cura em torno de 90% a 95%”.

O diagnóstico só é possível por meio de dois exames: o antígeno prostático específico (PSA), que permite rastrear e definir a sequência ideal de tratamento nos pacientes com neoplasia de próstata avançada, e o ainda temido exame de toque. “O toque retal, um exame rápido – dura segundos, é praticamente indolor e não afeta em nada a masculinidade do homem - deve também ser realizado, já que o PSA não é eficaz sozinho. Cerca de 20% dos casos diagnosticados ao toque retal podem cursar com PSA normal ao diagnóstico. Infelizmente, ainda há muito preconceito com esse exame. Aproximadamente dois terços dos homens brasileiros não se submetem ao toque retal de rastreamento.  Os dois exames juntos (toque e PSA) conseguem diagnosticar 80% dos casos de neoplasia de próstata”, alerta Paladini.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), cerca de 20% dos pacientes portadores de câncer de próstata ainda são diagnósticos em estágios avançados, embora tenha ocorrido uma maior procura nas últimas décadas devido à divulgação e conscientização na população masculina. “Minha percepção, na prática clínica, é que ao longo dos anos, os homens têm aceitado com mais tranquilidade a realização do toque retal quando esse é necessário”, destaca Paladini. “Outro dado interessante foi produzido por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP): no Brasil enquanto cerca de 40% dos indivíduos tinham a opinião de que o toque retal não era ‘aceitável’ antes de realizar o procedimento, após o mesmo esta proporção caiu para 10%. Isto sugere que a expectativa dos homens quanto ao toque retal é bastante diferente da realidade envolvendo o exame. A disseminação de dados como esse pode auxiliar na desmistificação desse preconceito”, afirma.

Fonte: http://www.evidencias.com.br/noticias/novembro-azul-incentivando-os-homens-a-cuidarem-da-saude/

Agenda

dezembro

1

Meeting 2018 - Um encontro para Divertire e Mangiare.

MEETING 2018

Nos dias 1º e 2 de dezembro de 2018, em Três Coroas-RS e Bento Gonçalves-RS, os associados LAS terão a oportunidade de se divertir, degustar da gastronomia típica italiana e aprend...

Três Coroas e Bento Gonçalves/RS

SOBRE O EVENTO

Conheça os associados

Publicidade

Depoimentos

  "O LAS representa para nós uma associação que promove a valorização dos laboratórios e seus profissionais, através de uma eficiente gestão de qualidade que oportuniza a seus associados benefícios e melhorias contínuas.
O laboratório Dr. Rouget Perez sente-se honrado em participar desta associação que, além de unir e representar os laboratórios de análises clínicas abre caminhos para o desenvolvimento científico e tecnológico aumentando assim, nossa competitividade.
"

Dra.   Margarida de Moura Umpierre
Diretora do Laboratório Dr. Rouget Perez
Pelotas/RS

Mais Depoimentos

REDES SOCIAIS

SOBRE A LAS

A LAS é uma rede de cooperação de laboratórios de análises clínicas que tem o objetivo de proporcionar desenvolvimento e aumento de competitividade aos laboratórios a ela associados.
Com a função de representar e congregar os associados, a LAS mantém uma agenda permanente de atividades voltadas para o desenvolvimento do indivíduo e da organização.

PARCEIROS

LAS - Laboratórios Associados - Laboratório de Análises Clínicas