Publicidade

12/06/2018

American Cancer Society reduz idade de rastreamento do câncer colorretal para 45 anos, antes a idade de início era aos 50 anos

Nos Estados Unidos, o câncer colorretal (CCR) é o quarto câncer mais comumente diagnosticado entre os adultos e a segunda maior causa de morte por câncer. A American Cancer Society (ACS) utilizou uma revisão existente de evidências sistemáticas da literatura de triagem do CCR e análises de modelos de microsimulação, incluindo uma nova avaliação da idade para começar a triagem por raça e sexo e modelagem adicional que incorpora as mudanças na incidência de CCR nos EUA, para atualizar a diretriz de rastreamento do câncer colorretal.

A triagem com qualquer uma das múltiplas opções está associada a uma redução significativa na incidência de CCR através da detecção e remoção de pólipos adenomatosos e de outras lesões pré-cancerosas e de uma redução na mortalidade através da redução da incidência e detecção precoce de CCR.

Os resultados das análises de modelagem identificaram estratégias eficientes e modelos recomendáveis que iniciaram a triagem aos 45 anos de idade. O Grupo de Desenvolvimento de Diretrizes da ACS aplicou os critérios de Graus de Recomendações, Avaliação, Desenvolvimento e Avaliação (GRADE) no desenvolvimento e classificação das recomendações. A ACS recomenda que adultos com 45 anos ou mais com risco médio de CCR sejam submetidos a rastreamento regular com exame de fezes de alta sensibilidade ou um exame estrutural (visual), dependendo da preferência do paciente e da disponibilidade do exame. Como parte do processo de triagem, todos os resultados positivos nos testes de triagem não colonoscópios devem ser acompanhados com colonoscopia oportuna.

A recomendação para iniciar o rastreamento aos 45 anos é uma recomendação qualificada. A recomendação para rastreamento regular em adultos com 50 anos ou mais é uma forte recomendação. A ACS recomenda (recomendações qualificadas) que:

1 - Adultos de risco médio, em boa saúde, com uma expectativa de vida de mais de 10 anos continuem a triagem de CCR até os 75 anos de idade.

2 - Os médicos individualizem as decisões de triagem de CCR para indivíduos com idade entre 76 e 85 anos com base nas preferências do paciente, expectativa de vida, estado de saúde e histórico de triagem anterior.

3 - Os clínicos desencorajem indivíduos com mais de 85 anos a continuar a triagem de CCR.

As opções para triagem de CCR são: teste imunoquímico fecal anual; teste de sangue oculto nas fezes com alta sensibilidade e teste de Guaiac, anualmente; teste de DNA de fezes Multitarget a cada 3 anos; colonoscopia a cada 10 anos;
tomografia computadorizada por colonografia a cada 5 anos e sigmoidoscopia flexível a cada 5 anos.

Leia também sobre "Sangue nas fezes", "Exame de sangue oculto nas fezes" e "Colonoscopia".


Fonte: CA: A Cancer Journal for Clinicians, em 30 de maio de 2018

Agenda

julho

21

Curso de Patolologia Clínica Veterinária

Informações da Palestrante:

Mirela Noro

Médica Veterinária (UFSM), Doutora em Ciências Veterinárias (Universidade Austral de Chile), com 15 anos de experiência em Laboratório Clínico Veteriná...

Porto Alegre
Largo Vespasiano Júlio Veppo, 55 – Centro

SOBRE O EVENTO

Próximos eventos

Conheça os associados

Publicidade

Depoimentos

  "Nós, do Laboratório Grace Bettin, avaliamos que nossa história de 36 anos, ficou visivelmente enriquecida a partir do momento em que nos associamos ao LAS.
Temos agregado à nossa empresa os inúmeros benefícios que o associativismo nos tem proporcionado. Ressaltamos a sinergia e apoio que desfrutamos entre os colegas proprietários de laboratórios, como sendo o fator principal que nos faz crescer como empresa à medida que nos impulsiona a uma gestão inovadora, como profissionais, a LAS está constantemente focada na capacitação em todos seus aspectos.
Assim sendo asseguramos que hoje a LAS exerce papel crucial na gestão técnico administrativa de nossa empresa, o que contribui para nossa satisfação e orgulho de sermos profissionais de análises clínicas.
"

Dra Grace Bettin
Dra Elisa Bettin - Diretoras laboratório Grace Bettin

Mais Depoimentos

REDES SOCIAIS

SOBRE A LAS

A LAS é uma rede de cooperação de laboratórios de análises clínicas que tem o objetivo de proporcionar desenvolvimento e aumento de competitividade aos laboratórios a ela associados.
Com a função de representar e congregar os associados, a LAS mantém uma agenda permanente de atividades voltadas para o desenvolvimento do indivíduo e da organização.

PARCEIROS

LAS - Laboratórios Associados - Laboratório de Análises Clínicas